Ainda não há nenhum videoclipe

O prefeito de Buriticupu-Ma, José Gomes Rodrigues, está usando da prática que ele falava ter repúdio na campanha eleitoral passada: perseguição política com seus servidores públicos, demitindo todos que supostamente não irão votar nele nas eleições municipais de 2016.

   O prefeito juntamente com seus secretários e principalmente com a primeira dama e secretária de educação Betel Santana Rodrigues, vêm convocando reuniões individualmente com cada funcionário contratado pelo município, coagindo-os a votar no prefeito nesta próxima eleição de 2016, ameaçando assim, demitir quem se recusa a votar e de participar direta ou indiretamente na disputa eleitoral do próximo mês.  

   A justificativa dada pelo prefeito para mascarar essas demissões é que supostamente ele estaria nomeando todos os aprovados no concurso passado, porém todos sabem que não é bem isso que acontece, poucos estão sendo chamados do recente concurso e muitos outros contratos acontecendo para suprir a vacância de cargos dessas demissões.

   Diante tudo isso, prefeito e sua equipe vêm em um ritmo pré-campanha de inaugurações de algumas poucas obras feitas durante esses quatro anos de mandato, muitas já em andamento da gestão passada, obras essas que há muito tempo aguardavam para serem inauguradas e que estão sendo inauguradas somente agora, muito próximo às eleições, na tentativa de obter algum voto nesta eleição com a divulgação dessas obras.

   Enquanto isso, estão atrasando cada vez mais a entrega das casas do projeto MINHA CASA MINHA VIDA às quais estão prontas para serem entregues aos sorteados há muito tempo, “provavelmente esperando o dia certo e a maneira correta de fazerem ‘politicagem’ com a entrega dessas casas, provendo e ligando diretamente e descaradamente o nome do prefeito no projeto dessas casas. ”

   Alguns ex-funcionários públicos do município, por causa da crise que afeta a grande maioria dos brasileiros, inclusive por culpa do enorme desvio de verbas públicas praticados vergonhosamente pelos maiores corruptos da história do brasil, vítimas da perseguição política do governo Zé Gomes, afirmam não saber o que fazer para pôr comida na mesa nos próximos meses, pois foram covardemente demitidos depois de serem primeiramente coagidos à participar ativamente da campanha eleitoral fora de época e posteriormente não ter demonstrado essa ativa participação como: adesivá seus veículos com o número do partido e compartilhar supostas “benfeitorias” do prefeito nas redes sociais.  

   O mais intrigante é que essas perseguições vêm acontecendo com a maioria das pessoas que sempre estiveram ao lado do atual prefeito, pessoas que o ajudaram durante esses quase quatro anos de primeiro mandato, lutando e defendendo suas causas.

   Então, vem a seguinte pergunta: será que o prefeito está sofrendo alguma perturbação mental? Ou será pura ingratidão e covardia de uma pessoa que se vê em situações desesperadoras e completamente sem sentido de um político sem voto?

   Veja alguns depoimentos de moradores que se dizem insatisfeitos com o prefeito, e por terem medo das perseguições, não quiseram publicar seus nomes nos seguintes depoimentos:

   "Eu esperei 8 anos para ter a maior decepção política da história. Depositei toda a minha esperança de um Buriticupu melhor nas mãos de um covarde, que ao assumir o comando, com o poder nas mãos, a primeira coisa que fez foi menosprezar todos que sempre estiveram lutando ao seu lado

   “Eu tenho vergonha em dizer que votei em um homem que se diz “homem de bem”, servo de Deus, quando na verdade, por trás da máscara, não hesita por um instante em massacrar e perseguir cidadãos de bem.”

   “Sempre esperei por um governante que realmente trabalhasse em prol da população, com a visão no futuro da cidade e não somente em aumentar sua conta bancária, porque é só isso que todos pensam, ninguém estar ligando para cidade. Qualquer calçada inaugurada o prefeito estar lá provendo churrasco, soltando foguetes, fazendo festinhas, tirando fotos e divulgando seu nome já pensando na próxima eleição. Pensa que o povo é besta prefeito? Você é nosso empregado, fomos nós que colocamos você no poder, não passa da sua obrigação continuar as obras que estavam no projeto da campanha passada, muitas já em andamento. Além de não fazer muita coisa o pouco que faz ainda quer fazer "politicagem" e principalmente perseguição política usando a máquina pública? Que pouca vergonha! Ainda continuo sonhando com um Buriticupu melhor, mas por enquanto só venho quebrando a cara.”

   Onde vamos parar com esses políticos que além de corruptos ainda usam descaradamente da máquina pública para humilhar quem, inocentemente, ainda acredita em democracia? O que até hoje ainda é uma ironia falar em democracia. Pois democracia só se tornou uma palavra bonita para camuflar esse tipo de abuso. Ainda vivemos na época da ditaduras, onde todos somos obrigados a conviver com tais situações.

 

   Esperem próximas públicações do "De olho aberto".